Navegue para frente para acessar os resultados sugeridos

    Como criar sua história

    Os SuperHosts Tereasa e David compartilham suas estratégias favoritas de contar histórias.
    Por Airbnb em 26 de mai. de 2021
    Leitura de 8 minutos
    Atualizado em 26 de mai. de 2021

    Destaques

    • Encontrar, elaborar e compartilhar sua história é uma maneira de se conectar com os hóspedes

    • Pense em experiências na sua acomodação ou região que os hóspedes não encontrariam em nenhum outro lugar

    • Cultive a presença da sua acomodação nas redes sociais

    • Trate cada obstáculo como uma oportunidade de aprender e crescer

    • Acesse nosso guia completo para saber como dar um passo a mais como anfitrião

    Os Superhosts Tereasa e David sabem uma coisa ou outra sobre o poder de contar histórias. Como pais, conservacionistas, diretores criativos, autores publicados e proprietários do Acampamento Wandawega em Elkhorn, Wisconsin, EUA, eles aprenderam como tecer narrativas pode unir as pessoas. “Quando começamos a desenterrar e publicar detalhes da história do acampamento — como um bar clandestino dos anos 1920, um ponto de encontro da máfia, um bordel, um acampamento de verão para a comunidade de refugiados letões, e a nossa própria conexão com ele — descobrimos que as pessoas realmente se interessavam pelo lugar", conta Tereasa.

    Aqui, eles compartilham algumas palavras sábias sobre como encontrar e criar a história da sua acomodação.

    Os Superhosts Tereasa e David compartilham suas dicas de como aproveitar o poder das histórias.

    1. Encontre seu gancho

    Tereasa: "Mesmo que seu espaço não seja um bar clandestino centenário, há sempre uma história para contar. Para encontrar a sua, comece pesquisando o seguinte:

    • Qual é a história da sua acomodação?
    • Quais experiências da sua cidade são tão únicas que os hóspedes não encontrariam em nenhum outro lugar?
    • Quais são as pequenas curiosidades que você pode não estar levando em conta?

    Pesquise um pouco e coloque suas descobertas em seu anúncio."

    David: "Você pode compartilhar muito mais sobre sua acomodação além do número de quartos e banheiros. As pessoas querem saber onde encontrar a xícara de café perfeita, quais são seus lugares favoritos — então, compartilhe o que é único sobre a experiência que você pode oferecer. Os hóspedes estão buscando uma conexão e uma razão para se envolverem emocionalmente, e as histórias ajudam a nos unir.”

    2. Não seja perfeito

    David: “Logo no início aprendemos que precisávamos gerenciar as expectativas das pessoas com antecedência porque a última coisa que queremos é decepcioná-las. Então, criamos nosso Manifesto de Baixas Expectativas. É uma maneira divertida de introduzirmos a vida rústica no acampamento. Ele diz às pessoas o que esperar — o que muitas vezes significa a presença de insetos desagradáveis, criaturas da floresta e nada de ar condicionado — então, se você precisar de lençóis egípcios ou luxos modernos, talvez este não seja o lugar ideal para você.”

    Tereasa: "Somos despretensiosos, e nos apoiamos nisso ao pensar na linguagem que usamos para descrever nosso espaço. Decidimos ser honestos com as pessoas. Usamos um tom engraçado, mas dolorosamente verdadeiro. Nós levamos a hipérbole ao limite, e é isso que nos dá senso de humor, o que nos torna mais acessíveis, eu acho. E você não precisa ser um redator para ser acessível — basta descrever seu lugar de uma maneira modesta.”

    David: "Quando estou navegando no Airbnb, gosto quando a personalidade de alguém aparece na forma como ela descreve o lugar, principalmente se vamos dividir um espaço. Quero saber se você tem senso de humor e se é alguém com quem eu gostaria de passar um tempo. Não faça promessas extravagantes. Não tente fingir que é a melhor coisa do mundo. Seja honesto, sincero e divertido, porque as pessoas querem ficar à vontade quando se hospedam na sua acomodação.”

    3. Entre nas redes sociais

    Tereasa: "Para aumentar o interesse e as reservas, cultive a presença da sua acomodação nas redes sociais. A maioria das pessoas nos encontra primeiro nas redes sociais, na verdade. Elas se deparam com nossas imagens ou com nosso feed do Instagram — é uma ótima maneira de cultivar um público e mostrar para as pessoas as diferentes experiência que elas podem ter no acampamento. Veja algumas dicas:

      • Tente compartilhar os momentos de vida dos quais as pessoas querem fazer parte. É legal ter um livro ao lado da cama com uma xícara de café quentinho e uma vista linda da janela.
      • Bom estilo e boa fotografia são essenciais para a narrativa visual. Torne-a atraente e bonita!”

      David: "Quando as pessoas visitam Wandawega, perdi a conta de quantas vezes me contam que viram uma foto no Instagram e querem correr direto para lá para recriar esse momento. O Instagram é como se fosse uma lista de momentos – e uma prévia visual potente do seu espaço para o público. Muitas vezes pode ser a razão pela qual você recebe reservas."

      Não tente fingir que é a melhor coisa do mundo. Seja honesto, sincero e divertido.
      David,
      Elkhorn, Wisconsin

      4. Continue "fracassando com sucesso"

      David: "No começo, cometemos muitos erros. Mas aprendemos a abraçar o que chamamos de fracasso e bagunça da vida. Por exemplo, com a narrativa, aprendemos que existe uma coisa chamada compartilhamento excessivo. Por mais que as pessoas gostem de ouvir sobre a dona do bordel, a máfia e os assassinatos, elas não querem necessariamente saber onde isso aconteceu, especialmente se tiverem que dormir lá. Com o tempo, você descobrirá o que funciona, o que não funciona e o que repercute diretamente com seu público.”

      Tereasa: “Fracassar com sucesso, para nós, é sobre tratar cada obstáculo como uma oportunidade de crescimento. É assim que você aprende."

      5. Compartilhe a jornada

      Tereasa: “Quando começamos esta jornada, tive um medo enorme de compartilhar nossas fotos do 'antes'. Pensei que ninguém iria querer ficar conosco, porque o lugar era horrível. Mas, na verdade, conseguimos um engajamento ainda maior com as fotos do 'antes e depois'.”

      David: "As pessoas respondem à honestidade. Elas querem ver o processo. Novamente, elas buscam uma conexão pessoal – portanto, não hesite em compartilhar partes da sua jornada pessoal. Seja honesto e conte sua história única."

      Destaques

      • Encontrar, elaborar e compartilhar sua história é uma maneira de se conectar com os hóspedes

      • Pense em experiências na sua acomodação ou região que os hóspedes não encontrariam em nenhum outro lugar

      • Cultive a presença da sua acomodação nas redes sociais

      • Trate cada obstáculo como uma oportunidade de aprender e crescer

      • Acesse nosso guia completo para saber como dar um passo a mais como anfitrião
      Airbnb
      26 de mai. de 2021
      Essa informação foi útil?