Navegue para frente para acessar os resultados sugeridos

    Superhost em destaque: de anfitrião de acomodação a proprietário de um hotel boutique

    Descubra como dois irmãos do sul da Califórnia criaram uma propriedade inspirada no surfe.
    Por Airbnb em 13 de mar. de 2019
    Leitura de 3 minutos
    Atualizado em 28 de abr. de 2021

    “Chegue como hóspede. Saia como um morador local.” Esse é o lema que os hóspedes ouvem quando ficam em um dos oito quartos do Surfhouse Boutique Motel, hospedado por Nikki e Sander, Superhosts e irmãos.

    “As viagens dos dias de hoje estão se afastando de grandes hotéis e resorts. As pessoas querem se conectar com alguém que conhece a região e oferece uma experiência local autêntica”, conta Nikki.

    E os irmãos estão ansiosos para fazer isso. Nikki e Sander começaram respectivamente como carregador de malas e anfitrião de acomodações do Airbnb; agora eles estão na segunda onda de hospedagens. De 2016 a 2017, eles transformaram uma antiga casa de repouso em sua cidade natal — Encinitas, na Califórnia — em oito quartos do Airbnb inspirados no surfe, conhecidos coletivamente como o Surfhouse Boutique Motel.

    “Não tínhamos espaço para acolher os hóspedes em nossas próprias casas, e não havia lugares agradáveis​ para indicar para as pessoas”, disse Nikki. “É uma cidadezinha de surfe muito legal, mas as únicas opções de acomodação eram hotéis baratos — não tinha algo que representasse nossa região.”

    Nikki e Sander projetaram a propriedade pensando na cultura local de Encinitas: todos que trabalharam nela, do designer ao empreiteiro, vivem na região. Cada quarto conta com obras de arte de artistas locais e tem o nome de algum pico de surfe famoso em San Diego, como Moonlight, Cardiff Reef, Stone Steps e Swamis. Os quartos têm também um cartão de desconto que os irmãos criaram em parceria com negócios da região, para que os hóspedes possam se divertir e pagar como os moradores locais.

    Os irmãos projetaram as estadias — que oferecem também aulas de surfe e ioga na praia — com as famílias em mente. “Nossa mãe veio da Noruega, então, crescendo aqui, sempre recebemos nossos parentes noruegueses. Passávamos alguns dias ensinando as crianças a surfar, indo aos jogos de beisebol do San Diego Padres com elas e as ensinando a viver como nós por uns dias”, conta Nikki. “Agora, queremos que as pessoas visitem um café aqui perto e vão à praia para onde todos os moradores levam seus filhos.”

    Apesar de administrar um hotel boutique nos últimos dois anos, Nikki e Sander dizem que se identificam mais como anfitriões do que como hoteleiros.

    “Minha experiência recebendo hóspedes antes da inauguração da Surfhouse sempre foi positiva. Gostei muito de conhecer viajantes de todo o país e até mesmo de outros lugares do mundo”, disse Sander, que ajudou um amigo a anunciar o condomínio dele no Airbnb e depois aproveitou essa experiência quando eles abriram a Surfhouse.

    “Começamos com preços bem baratos, para que pudéssemos conseguir o máximo de comentários e conquistar o status de Superhost o mais rápido possível. Isso nos ajudou a conseguir mais reservas e aparecer em posições mais altas nos resultados de busca”, conta Sander, que ainda trabalha em tempo integral com imóveis residenciais, além de lidar com as finanças do hotel boutique.

    Nikki lida com as interações diárias com os hóspedes. “Quando eu era carregador de malas, era o primeiro e o último a receber os hóspedes — e gostava disso.” Para se conectar com os hóspedes da Surfhouse, Nikki envia emails pessoalmente, conversa com os hóspedes para responder às dúvidas e fala sobre coisas para fazer na região antes de eles chegarem. Além disso, ele aparece se os hóspedes quiserem ter aulas de surfe ou passear na cidade com ele, já que vive a uma quadra de distância.

    Os irmãos dizem que fazem tudo isso para se concentrar mais na experiência do que nos próprios quartos: “As pessoas reservam um belo quarto uma única vez, mas voltam várias vezes se tiverem uma experiência inesquecível.”

    As informações contidas neste artigo podem ter mudado desde a publicação.

    Airbnb
    13 de mar. de 2019
    Essa informação foi útil?