Loft Industrial no coração de BH!

Superhost

Espaço inteiro: loft (hospedado por Gabriel)

  1. 4 hóspedes
  2. 1 quarto
  3. 2 camas
  4. 1 banheiro
Ótimo para trabalhar de forma remota
Wi-Fi rápido com velocidade de 198 Mbps e um espaço adequado para trabalhar em um quarto inteiro.
Self check-in
Faça check-in sozinho com a fechadura inteligente.
Cancelamento gratuito antes de 13 de nov..

AirCover

Todas as reservas incluem proteção gratuita contra cancelamentos feitos pelo anfitrião, informações incorretas no anúncio, problemas no check-in, dentre outros.
Apartamento tipo LOFT: quarto conjugado com home-office, banheiro, sala de TV conjugada com copa e cozinha. Decoração do apartamento em estilo industrial, prático, arejado e muito aconchegante. Muito bem localizado no hipercentro de BH, no início da Av. Afonso Pena. Supermercados, lanchonetes, drogarias, açougues, bares e todo comércio de BH à poucos metros. Acomoda 2 pessoas em 1 quarto com cama tamanho casal e outras 2 pessoas em 1 sofá-cama na sala (acomodando até 4 hóspedes, no total).

O espaço
Estamos no 24º andar, com uma bela vista da capital mineira!

Onde você vai dormir

O que esse lugar oferece

Vista para o horizonte da cidade
Cozinha
Wi-Fi rápido (198 Mbps)
Espaço de trabalho exclusivo
HDTV de 43" com Amazon Prime Video, Netflix
Elevador
Máquina de lavar na acomodação por Gratuito
Ar-condicionado portátil
Indisponível: Alarme de monóxido de carbono
Indisponível: Detector de fumaça

7 noites em Centro

18 de nov de 2022 - 25 de nov de 2022

4,93 de 5 estrelas de 44 comentários

Limpeza
Exatidão do anúncio
Comunicação
Localização
Check-in
Custo-benefício

Onde você estará

Centro, Minas Gerais, Brasil

O coração de Belo Horizonte. Assim pode ser descrito o Centro da capital mineira. Localizado na Regional Centro-Sul (uma das nove subdivisões que compõem a cidade), o bairro reúne parte do patrimônio histórico, arquitetônico e cultural de Belo Horizonte. Tem uma característica mista por ser ao mesmo tempo residencial e comercial. Segundo o mais recente Censo do IBGE, 16.199 pessoas residem no bairro. Desde 2002, o Centro vem sofrendo um processo de revitalização por parte da Prefeitura Municipal. Recuperação de ruas e edificações, instalação de câmeras de segurança e alterações no trânsito para privilegiar os pedestres são algumas das ações exercidas.

A região tem uma excelente infraestrutura. Possui comércio amplo e diversificado, com shopping centers, shopping populares e lojas de rua. Tem restaurantes que atendem público com poder aquisitivo diferentes. O Centro é o bairro melhor atendido no quesito transporte público da capital mineira. São duas estações de metrô, Lagoinha e Central, e diversas linhas de ônibus municipais e intermunicipais e ônibus do sistema Transporte Rápido por Ônibus, o chamado Move, cruzam diariamente as suas ruas. A Rodoviária de Belo Horizonte também está localizada no Centro. Na sua adjacência encontra-se o Conexão Aeroporto, área de embarque e desembarque de ônibus executivos ligando Belo Horizonte ao Aeroporto Internacional de Confins.

Cerca de 1,5 km separam a Praça Sete, considerada o marco central do bairro, até a área hospitalar de Belo Horizonte. Os hospitais João XXIII, das Clínicas da UFMG, Semper, Ipsemg e Infantil João Paulo II são apenas alguns dos centros médicos e emergenciais que estão dentro deste raio. Na educação, as escolas públicas Olegário Maciel, Pedro II e Instituto de Educação ficam no Centro. Os colégios particulares mais próximos são o Imaculada Conceição e o Dom Cabral. Já no ensino superior, a Faculdade de Ciências Médicas, a Faculdade de Direito da UFMG e o Centro Universitário UNA têm unidades no bairro.

O Centro é um bairro planejado. No seu projeto inicial, apresentava-se como um tabuleiro de xadrez, com ruas paralelas e avenidas ortogonais que, geometricamente desenhadas, convergiam para as praças da cidade. A partir da década da 50, arranha-céus começaram a ser erguidos. O mais conhecido e tradicional deles é o edifício Arcangelo Maletta, localizado no cruzamento da Avenida Augusto de Lima com Rua da Bahia. O Maletta é caracterizado por uma forte vocação artística, cultural e boêmia. Possui dezenove andares, sendo residencial nos andares superiores com 319 apartamentos e comercial nos primeiros. É famoso pelos bares e botecos localizados na varanda do segundo andar, por seus sebos e livrarias, e por abrigar a Cantina do Lucas, único restaurante mineiro tombado pelo patrimônio histórico.

Para quem quer conhecer um pouco da cultura mineira, o Centro é um bom lugar para se começar. Encontram-se na região o Mercado Central, o Palácio das Artes e a Feira de Arte e Artesanato.

Situado na Avenida Augusto de Lima, 744, o Mercado Central é um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte. Fundado em 7 de setembro de 1929, o mercado possui mais de 400 lojas que vendem desde produtos tradicionais como queijos, goiabadas e cachaças, até verduras, frutas, artesanatos e objetos de decoração. São famosos também os bares, localizados nas entradas do estabelecimento, que vendem cerveja gelada e comidas típicas, como o fígado acebolado com jiló na chapa.

O Palácio das Artes é o mais relevante complexo cultural de Belo Horizonte. Ladeado pela vegetação do Parque Municipal, com frente para a Avenida Afonso Pena, ocupa uma área de 18,5 mil m² e reúne no mesmo local diversos espaços culturais: o Grande Teatro, o Teatro João Ceschiatti, a Sala Juvenal Dias, o Cine Humberto Mauro e as galerias de arte (Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard, Galeria Genesco Murta, Galeria Arlinda Corrêa Lima e Espaço Mari’Stella Tristão).

Todos os domingos, até às 14 horas, a Avenida Afonso Pena entre as ruas da Bahia e Guajajaras tem o trânsito de veículos bloqueado para que seja instalada a Feira de Arte e Artesanato, ou simplesmente, Feira Hippie, como é carinhosamente chamada pelos belo-horizontinos. Operando no local desde 1991, a Feira é considerada um dos grandes polos de disseminação da cultura regional mineira. São mais de 2.500 expositores que vendem artes plásticas, bijuterias, artesanatos, decorações, tapeçarias, vestuários e comidas típicas.

Já quem quer se exercitar ou apenas curtir uma grande área verde a melhor opção é o Parque Municipal Américo Renné Gianetti. Aberto em 1897, antes mesmo da inauguração de Belo Horizonte, o Parque Municipal foi inspirado nos parques franceses da Belle Époque, com roseiras e coreto. Com área de 182 mil metros quadrados, possui flora diversificada com mais de 50 espécies de árvores. O parque é muito utilizado para exercícios físicos e tem como opções de lazer quadras poliesportivas, brinquedos, barquinhos a remo, animais de montaria e eventos culturais.

Hospedado por Gabriel

  1. Membro desde novembro de 2017
  • 44 avaliações
  • Identidade verificada
  • Superhost

Durante sua estadia

Deixo meus hóspedes à vontade, estou disponível de forma remota sempre que precisam de mim, e quando necessário, estou presente para auxiliá-los.

Gabriel é Superhost

Superhosts são anfitriões experientes, com ótimas avaliações e que se empenham em oferecer estadias incríveis para os hóspedes.
  • Taxa de resposta: 100%
  • Tempo de resposta: em até uma hora
Para proteger seu pagamento, nunca transfira dinheiro ou se comunique fora do site ou aplicativo do Airbnb.

O que você deve saber

Regras da casa

Check-in: Depois das 15:00
Checkout: 11:00
Self check-in com fechadura inteligente
Não é adequado para crianças ou bebês
Proibido fumar
Não permite animais de estimação
Não são permitidas festas ou eventos

Saúde e segurança

As práticas de segurança do Airbnb contra a COVID-19 estão em vigor
Não há alarme de fumaça
Detector de monóxido de carbono não é necessário Mostrar mais

Política de cancelamento